As Bancas Corporativas e os novos desafios do Direito Empresarial na ZFM.

Advogar na área suframada, por si só, já era uma arte complexa e desde o surgimento da pandemia, os desafios enfrentados na gestão de um escritório empresarial que atende exclusivamente empresas instaladas na Zona Franca de Manaus, tornaram-se ainda maiores. Pensar somente como advogado, sem entender as necessidades dos empresários e seus negócios, não é mais aceito. Mais do que nunca, desde 2020, há necessidade de uma estreita parceria Empresa-Escritório.

Empresas que trabalham com “jurídico externo”, a partir de agora, procuram escritórios com sua mesma visão, almejando, inclusive, o alcance das metas corporativas. O mercado cada vez mais competitivo, exige das Bancas Jurídicas novos conhecimentos, desta feita voltados à educação corporativa, que vão muito além da formação técnica jurídica.

Questões multidisciplinares, tais como gestão de pessoas, planejamento estratégico, finanças e marketing exigem um escritório com máxima qualidade no atendimento. A necessidade de realização constante de follow up obriga uma atuação estratégica, mantendo ativa e constante a relação advogado-cliente. Resultados, fluxos de atividades, ambiente acessível e controlado e inteligência artificial tornaram-se peças relevantes para o desenvolvimento dos mais altos padrões de excelência na gestão jurídica, desde a prospecção à fidelização.

Para se ter uma ideia, o Almeida & Barretto passou a investir em softwares jurídicos, Controladoria Jurídica, controle de qualidade, fluxos, procedimentos e mapeamento de situações de risco. A gestão de recursos humanos também está em foco, uma vez que harmonia, sintonia da equipe, bem-estar e motivação diária refletem diretamente no grau de sua performance. A Gerência Jurídica do A&B usa todas as ferramentas imprescindíveis para enfrentar os desafios diários, na busca de soluções jurídicas eficazes para a satisfação dos clientes.